quarta-feira, 2 de abril de 2008

Caso ou compro uma bicicleta?

Por Ela

Ah, não, ó, Ciça e pessoal que concordou com a Ciça: não vou me rebaixar. Deixa Ele dizer o que quiser. Sou um ser superior, ouquei? Humpf.

Mas vamos lá: Caso ou compro uma bicicleta?

Na minha história, mais apropriado seria 'caso ou ando de carro'?

E aí que eu vendi meu carro. Meu carrinho, minha surpresinha de kinder ovo... comprado com tanto sacrifício, depois de tantos anos de cofrinho... ai, ai... snif...
Meu pai falou comigo:
"Não pensa como gasto. Pensa como investimento. Cê teve um bom motivo pra desfazer dele. Cês têm casa agora, é isso que importa."
Blá-blá-blá, blá-blá-blá...

Mas não sei porque... o fato é que eu não consigo pensar no tal 'bom investimento' quando eu pego um balaio cheio e o moço de trás rela a minha bunda e o moço da frente peida na minha fuça enquanto eu desco os degrauzinhos atrás dele...
Nesses momentos, só penso uma coisa:

Alguém consegue forçar um sorriso largo e pensar "que bom que vendi meu carro por um motivo maior! Vou cheirar pum dos outros, mas é por um motivo maior!".

Não.

Definitivamente.

Não.

Senhor, dá-me forcas!

20 comentários:

Ana disse...

Ih, lindinha, é brêibs mesmo ficar sem carro em BH! Mas ó, com certeza ano que vem (que já tá ali) vai dar pra vcs dois começarem a pensar num carrinho, mas fofo até do que o que vc tinha. Pensa que é por pouco tempo! E, se não for, pensa que vc vai CASAR, mulher, coisa que tá difícil pra mulherada conseguir fazer hoje em dia!!!! beijoca

Helen disse...

Foi a melhor imagem suicida que eu já vi! rsrsrsrsrsrsrs

Que nada, boba! Casa e compra outro ;)

Ontem eu estava numa sala de espera e tinha um sujeito arrotando e peidando bem do meu lado... Tem que aturar, fazer o quê...

beijo!

Ciça Donner disse...

hahahahah nossa rendeu tanto foi? Mas seria só sua visao! ahahhaha

Vender o carro? Voltar para o ônibus??? Ai minha linda desculpa, mas realmente, sindrome de Pollyanna tem limite e a minha se foi ao lembrar dos ônibus no Brasil!!!!

Renata R. disse...

Ô, Jana... Quando a gente se acostuma a determinado conforto é horrível mesmo ter que abrir mão dele.
Tenta pensar que é por pouco tempo e logo vocês já vão poder investir em outro. Novinho!

:***

SemQuererSaiu disse...

pára tudo, tô babando na paleta de cor!!
aaainnnn!!!
=D
Sobre o carro...bem, não há o que dizer, fazer esforços e escolhas na vida...todo dia fazemos, né?

beijão querida!
Emily

Ingrith disse...

Ah depois vc compra outro maior e mais bonito!

Gileade disse...

É difícil mesmo abrir mão desse conforto. Mas se concentra e pensa: "agora tenho apartamento, agora tenho apartamento,agora tenho apartamento,agora tenho apartamento,agora tenho apartamento"....

ela disse...

Gente, cofrinho-porco já! Dá-lhe moedas! Será que junto o suficiente?

Ciça, esclareça "sindrome de Pollyanna", please?!

Emily, gostou foi? iupiiiiii! Então divulga, tá?

Bjos!

Daniele disse...

calmaaaa, logo vc vai poder comprar outro! bjoca

Tiago "Kalaes" disse...

quer comprar o meu? to vendendo...Polo 2008
novinho... 5 mil kms só!!

zeradinho :)


bjo

fabiana disse...

Hhahahahahahaha

Ninguém meerece!

Tarci disse...

Engordar o porquinho de novo seria uma boa escolha rsrs
Mais fica assim não, pensa só, foi por uma boa causa.
Beijos!

Vida em Palavras disse...

kkkkk Realmente parece dureza, mas olha casar é muito bom, ter nosso cantinho também, daqui a pouco você compra outro :)

Anônimo disse...

Jana o desenho que postei com a a imagem da flor é sobre a menininha que faleceu, "caindo do predio", vc perguntou lá no post! Um amigo desenhou, e outra amiga enviou a mae da menininha...como homenagem.
Enfim..coisas absurdas que acontecem q n podemos fazer nada...pelo menos tirei um espacinho do blog pra manifestar meus sentimentos
=)
Beijinho
Emily
Ops! semquerersaiu.com.br

Ice Ice Baby disse...

pois eu não vendo meu kadettão neeeeeeeeeem pra casar!

ela disse...

tiago, com que dinheiro, fio?! :(

vida em palavras, seja bem-vindaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Carla disse...

Calma..
Daqui a pouco vc se acostuma e vai perceber que foi por um ótimo investimento...
Bom findi...
Bjs...

Laura Bahlis disse...

Complicado mesmo ser zen numa hora dessas! Mas nessa hora só dá pra pensar mesmo em tuudo de bom que tu tem, e tentar ignorar esses "detalhes", hehehe.
Beijão!!

ela disse...

Obrigada, pessoas! Depois que a cabeça esfria, eu penso como vocês, sim... penso sim... só na hora que é meio impossível de não pensar 'bosta!', eheheheheh...

no fundo tô muito feliz com a 'troca'.

bjos!

Drica disse...

puxa é dificil mesmo.... mas....depois vc compra outro....
ah, amei a imagem, heheheh!bjao!